sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Universo Incontido: Além...

Universo Incontido: Além...

Além...

“Além do horizonte deve ter algum lugar bonito pra viver em paz. Onde eu possa encontrar a natureza, alegria e felicidade com certeza...” (Erasmo Carlos/Roberto Carlos)

Uma linda canção, mas esse lugar remete ao desconhecido ‘paraíso’, distante, imprevisível e aparentemente fora do alcance dos olhos e das mãos. Há quem viva sob essa perspectiva, acreditando que a felicidade está anos à frente, sempre distante, dependente de muito trabalho e estudo, de incontáveis aquisições, de certa economia, do peso ideal, da idade certa, de um lugar específico ou mesmo do parceiro que seja a ‘cara metade’ – garantia de um relacionamento perfeito...

Tudo bem concordo que todos os dias devem ser idealizados, batalhados, conquistados a fim de que terminem com saldo positivo de crescimento pessoal, moral, intelectual, emocional, profissional, espiritual e mesmo financeiro. Há que se somar, dia após dia, o valor agregado em conquistas, em aprendizado, em idéias, somam-se também as economias e até mesmo as derrotas, já que estas requerem mais reflexão do que as vitórias e portanto, acrescentam mais ao nosso produto final.

Ocorre, que na contabilidade da vida, créditos e débitos se correspondem e completam a cada instante e ao passo em que se somam os acréscimos tem-se que atentar também para o fato de que cada esforço empreendido, cada pesquisa, cada conquista demandou tempo – o custo de tudo o que foi agregado ao que adquirimos e a quem somos. Ora, diante da constatação de que o tempo nos escapa mesmo quando julgamos tê-lo aproveitado ao extremo, precisamos rever se nossa felicidade não está condicionada a metas cuidadosamente traçadas e, diante da confirmação dessa possibilidade, o caminho é aprender a ser feliz agora mesmo, lançando mão de tudo o que a vida já nos proporcionou;

Sim, o segredo é ser feliz todos os dias, ser feliz com as pequenas coisas, ser feliz com a felicidade alheia, ser feliz com quem passa por nossa vida, mesmo que não seja pra ficar... Muitas viagens valem mais pelo caminho trilhado do que pelo destino sonhado, então, falo de enxergarmos nas pequenas coisas, em cada instante, em cada chance a felicidade possível e real AGORA MESMO, exatamente aqui e assim, quando rompermos a tão sonhada fronteira ‘d´além do horizonte’, não correremos o risco de nos decepcionar com a paisagem, ou deixar de aproveitá-la pelo cansaço com a caminhada até lá ou ainda, se não chegarmos ao final da caminhada como sonhado, não termos a sensação de ter lutado em vão...

“...aprendi a viver contente em toda e qualquer situação.Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; tudo posso naquele que me fortalece” – Apóstolo Paulo (Filipenses 4.11-13).